Calissi, de Luciana; Silveira, Rosa Mª G. e Zenaide Mª de Nazare T.

Educação em Direitos Humanos, livros 1, 2, 3 e 4. Coleção Crescer Cidadão.  João Pessoa Ed. Grafset, 2013.

Descrição: Livros de apoio didático. Por Direitos Humanos ser um tema transversal, os livros terão as características do próprio tema em suas articulações com as demais áreas de conhecimento do currículo do Ensino Fundamental e de acordo com as faixas etárias. As sugestões indicadas nestes volumes são provenientes de pesquisas e experiências escolares e de um vasto diálogo com professores de escolas públicas e privadas.

Mês da consciência negra – 2015

Vídeo discute preconceito com crianças. 2015

Sinopse: numa parceira entre o Ministério da Educação, TV Escola/MEC e a Rede Minas,foi desenvolvido um projeto de experiência audiovisual, ministrado pela instrutora de fotografia Jennifer dos Santos, com crianças de 11 e 12 anos, todas de escola pública, em Belo Horizonte. Jogos e brincadeiras foram as estratégias usadas para que as crianças falassem sobre o preconceito.

[embed]http://youtu.be/cXfCneFujEI?list=PLiyVG7yUlUjMSDhNghLprjNIMMToCvZl3[/embed]

Kaxinjengele e o Poder. Uma Fábula Angolana

Autor: VIEIRA, José Luandino. Editora Pallas. 2014

Sinopse: Kaxinjengele e o poder é uma breve fábula sobre a ambição pelo poder e suas consequências. A rejeição de eleições e de outras formalidades por parte de Kaxinjengele e a insistência repetida para que o poder lhe seja entregue, desencadeiam a desconfiança entre o povo e seu líder. O escritor José Luandino Vieira tornou-se conhecido por ter participado, com sua literatura, da luta pela independência de Angola. Sua obra literária contribuiu para a integração cultural e linguística de Angola. Seus contos ajudaram a reconstruir a cultura de um povo que, por muito tempo, foi desenraizada e fragmentada.

Historias Africanas

Autora: MACHADO, Ana Maria. Editora FTD. 2013

Sinopse: Contar histórias, em todas as culturas, sempre foi um modo de expressar valores e incentivar virtudes. Nada como as histórias de tradição oral para revelar o modo de sentir e de viver de um povo. A obra reúne contos da riquíssima tradição oral africana e nos despertam para buscar outras histórias desse continente enorme, de grande variedade cultural.

O Baú das Histórias

Autor: Gail E. Haley. Editora Global, 2011

Sinopse: O baú de histórias mostra como é importante recuperar a memória de um povo, de uma nação, como parte do acervo cultural. A leitura desse conto resgata a importância do ato de contar histórias – um ato de troca, uma necessidade inerente ao ser humano –, contar e ouvir histórias, ouvir e ser ouvido.

Estórias Quilombolas – Coleção Caminho das Pedras – Vol.III

Coleção Caminho das Pedras – Vol.III, Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização e Diversidade do Ministério da Educação, Brasilia 2010.

Autora: Gloria Moura. SECAD, Brasilia, 2010.

Sinopse: Nesta publicação da Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização e Diversidade do Ministério da Educação, a autora e pesquisadora reescreve estórias contadas por narradores e narradoras pertencentes a comunidades quilombolas, registrando manifestações da cultura popular brasileira. Dessa maneira, somos convidados ao irreal, ao encantamento, à surpresa, ao sonho, à alegria, à diversidade, ao inesperado, ao medo, à vida. Aqui

Procurando firme

Autora: Ruth Rocha. Editora Salamandra, 2009

Sinopse: Linda Flor é uma antiprincesa, questiona não só os porquês de corresponder à imagem que a sociedade faz de uma menina. No lugar de ficar no castelo e esperar pelo príncipe, ela quer sair para conhecer o mundo. O livro retoma a tradição oral dos contos de fada para questionar padrões diversos – da mulher, da família, do próprio conceito de cultura e intelectualidade. Em certo momento do livro, ela resolve adotar o visual africano, depois de conhecer a Africolândia.

Gosto de África – Histórias de Lá e Daqui

Autor: Joel Rufino dos Santos. Editora Global, 2009

Sinopse: Histórias daqui e da África, contando mitos, lendas e tradições da cultura negra, através de sete histórias – “As Pérolas de Cadija”, “O Filho de Luísa”, “A Sagrada Família”, “O Leão de Mali”, “Bonsucesso dos Pretos”, “Bumba meu Boi” e “A Casa da Flor”. Com um olhar crítico e afetuoso, fala também de personagens da História do Brasil e de um tempo de escravidão, luta e liberdade, nos ajudando a compreender melhor nossa cultura.

Meus contos africanos

Autor: Nelson Mandela. Editora Martins Fontes, 2009

Sinopse: Nas palavras de Nelson Mandela, que assina o prefácio do livro, “esta compilação oferece um punhado de histórias queridas, levemente enriquecidas com a corajosa essência da África, mas em muitas ocasiões universal em seu retrato de humanidade, criaturas e mistérios.”. Os 32 contos que compõem o livro foram selecionados pelo líder africano e expressam a diversidade cultural desse rico continente. Um mapa apresentado nas páginas iniciais mostra a origem de cada história — da Argélia ao Zimbábue. As narrativas, herdadas de povos antigos, como san e khoi, são recontadas por diferentes autores e ilustradas por vários artistas, compondo um mosaico de cores, paisagens e personagens. Estão presentes temas como a generosidade humana, os ritos de passagem e a astúcia atribuída a alguns animais.