Com esse lema, queremos discutir a relação entre educação, direitos humanos e democracia. Nossos desafios são aprofundar na relação dos direitos humanos como um componente fundamental da democracia, afirmando a importância da educação em direitos humanos para sua reinvenção e fortalecendo experiências de construção de contextos mais inclusivos, solidários, não violentos, que favoreçam a participação de sujeitos sociais tradicionalmente subalternizados.

Nº 14 – Outubro/Novembro – Nesse boletim, dedicamo-nos a afirmar a necessidade de fortalecer os direitos humanos e a democracia participativa contra a barbárie e o fascismo social crescente no mundo contemporâneo.  Aqui

Nº 148 – Agosto/Setembro – Considerando a escola um lócus privilegiado para tecer uma cultura de direitos humanos, as propostas apresentadas nas diferentes seções desse boletim buscam desenvolver atitudes de solidariedade, empatia, escuta, diálogo, cooperação e de participação, elementos chaves para o reconhecimento da humanidade em cada um/a de nós e no outro e para a construção de práticas não violentas.  Aqui

Nº 147 – Junho/Julho – Em tempos de pós-verdade, fakenews, de monopólios da   comunicação por grandes grupos econômicos, da proliferação de mídias digitais, somos, cada vez mais, instados a refletir sobre os efeitos desse bombardeio de informações e a necessidade de formar leitores/ críticos e responsáveis. Neste sentido, as diferentes seções desse boletim buscam discutir as influências da mídia e dos meios de comunicação e informação nas sociedades contemporâneas, assim como apontar o potencial desses instrumentos na promoção de uma cidadania crítica.    Aqui

Nº 146 – Abril/Maio – Iluminado pelo lema “Direitos Humanos e Educação: Reinventar a Democracia” esperamos que as diferentes seções desse boletim contribuam para tecer uma cultura de paz e de direitos humanos no cotidiano escolar.  Aqui