Manual de Defesa Contra Censura – entrevista: Luiza Coppieters

QuatroV – Publicado em 5 de jul de 2018

Sinopse: Neste vídeo, Luiza Coppieters indica como sindicatos e movimentos sociais podem ajudar docentes em casos de ataque, além de desconstruir conceitos do Escola Sem Partido. Essa entrevista faz parte do Manual de Defesa para Professores. Saiba mais.

Manual de Defesa para Professores Contra a Censura nas Escolas

Produzido por QuatroV – Publicado em 17 de dez de 2017
Sinopse: O Manual de defesa vai conter uma série de passos para diferentes situações: O que fazer se a sua sala de aula for invadida; Como proceder se publicarem um vídeo te difamando; Principais tipos de defesa jurídica e administrativa; Como denunciar as tentativas de censura na imprensa; Como retirar conteúdo difamatório da internet; Guia de bolso com telefones e informações úteis.  Além disso entrevistaremos alguns professores que sofreram ataques e foram censurados ou caluniados. O manual contará também com entrevistas com advogados especialistas no assunto. Nela o leitor vai encontrar as formas de se defender judicialmente e uma breve jurisprudência que há sobre esse tipo de caso. O manual de defesa será estruturado como um livro didático e terá números de contato das entidades de defesa dos professores e outras informações
úteis que poderão ser acessadas rapidamente em caso de emergência.
1- Manual para Professores Contra a Censura nas Escolas – Aqui
2- Vídeo de apresentação do manual

Escola sem Censura (Documentário)

Produção: Nomos Editora & Produtora Independente. 2018

Direção: Rodrigo Duque Estrada & Ricardo G. Severo

Sinopse: Documentário que explora o universo ultraconservador do PL Escola sem Partido e o processo de perseguição a professores. Também mapeia a rede de atores políticos e organizações ligados à extrema direita brasileira implicada na promoção do projeto.

MANUÁRIO – VERA CANDAU

Produção Executiva TATHIA – TV INES. 7:14 min. 2015.

Sinopse: O programa apresenta o perfil e o sinal de Vera Ferrão Candau. Ela é uma educadora e pedagoga brasileira com formação pela Universidad Complutense de Madrid. Vera pensa no processo de reinvenção do ensino. Para ela, reinventar a escola supõe recriar a qualidade de educação. Acompanhe no Manuário!

Manuário é um programa que apresenta novos itens lexicais em Libras. É um dicionário acadêmico bilíngue:  Língua Brasileira de Sinais e Português. A pesquisa é desenvolvida pela equipe do DESU- Departamento de Ensino Superior do INES/ Instituto Nacional de Educação de Surdos. A cada episódio são apresentadas curiosidades, cultura e história sobre a vida de filósofos, pensadores e personalidades marcantes. O programa auxilia estudantes surdos, ouvintes e intérpretes, na leitura e aprendizado dos sinais de cada personagem.

Manuário – Vera Ferrão Candau

Mídias Radicais e a Contra-Narrativa Popular

Sinopse: Diversos estudos apontam que a mídia é fundamental na construção do imaginário social. Ou seja, a percepção de realidade e os discursos são influenciados pelas informações que circulam na imprensa. O problema central é que, muitas vezes, a mídia produz mensagens que justificam a violência contra os mais pobres. Na tv, no rádio e na internet, conservadores criam narrativas que ajudam a repressão e o genocídio de minorias. As mídias radicais cresceram nas últimas décadas como uma contra-narrativa dos setores populares. Sem depender da imprensa tradicional, jovens passaram a enfrentar a violência usando alternativas de comunicação. Mas afinal, o que são as mídias radicais? E por que são importantes para os setores populares?

Convidado: Juarez Xavier

Escola Sem Partido ameaça o livre pensamento

Sinopse: Organizado nas redes sociais, o projeto Escola Sem Partido busca fiscalizar e combater o pensamento de esquerda na educação. Integrantes do projeto afirmam que o objetivo é evitar a “doutrinação marxista” e também retirar as obras de Paulo Freire das escolas. Porém, o escola sem partido tem ameaçado o direito de professores se manifestarem nas salas de aula. Em algumas cidades, por exemplo, educadores correm o risco de demissão no caso se manifestem sobre política ou sobre questões étnicas e de gênero. Para os setores progressistas, o projeto é uma das estratégias golpistas para silenciar vozes divergentes. Mas afinal, como a discussão ideológica deve frequentar no cotidiano escolar?

Convidado: Edson Fasano

Fonte: TVT

O FUTURO DA HUMANIDADE – Escravos da Tecnologia – Animação Steve Cutts

Amimação super realista mostra a realidade de um futuro onde a tecnologia fará de nós zumbis controlados e escravos dela, ou quem sabe já ateé seja presente, achei super chocante a riqueza de detalhes da animação, e parabenizo ao criador o animador Stevie Cutts, abaixo deixo link do canal dele, o link do video Original…